terça-feira, 10 de novembro de 2015

What Makes You Feel Good In Your Skin?


Estava a ler a issue 27 da Oh Comely e o tema desta edição é "What makes you feel good in your skin?". Estava a ler enquanto no meu pijama (o qual não largava há três dias desde que deixei de trabalhar), na cama na casa dos meus pais, agarrada ao meu gato e a um pacote de mini chocolates sneakers. A verdade é que desde há dois anos para trás, desde que criei este blog, passei por muitos altos e baixos em relação à minha auto-estima. Nunca fui uma pessoa super confiante, muito pelo contrário. Mas há dois anos pesava 52 kilos e, apesar de doente, gostava finalmente do corpo que tinha. Podia usar tops curtos e calças super justas, podia andar de saia no verão sem que as pernas tocassem uma na outra e até o meu sorriso me parecia melhor por não ter a cara tão redondinha - não que sorrisse muito naqueles dias. Dois anos depois tenho mais 20 kilos em cima e vejo como a minha pele piorou por causa da mistura de medicamentos, como fiquei mais cansada, com maior dificuldade em usar peças de roupa que sempre amei mas que agora deixaram de me servir adequadamente, como os meus lábios parecem sempre desidratados e como as marcas nos meus braços ainda não desapareceram. Há dias em que ainda tenho dificuldades em aceitar que agora este é o meu corpo e, com 25 anos, muito provavelmente continuará assim por muito tempo mas, ainda assim, luto todos os dias para gostar de mim. Para gostar das minhas curvas, das minhas pernas e dos meus braços que, com as suas marcas, me contam uma história todos os dias: a história de como me tornei na mulher que sou hoje. Cada dia que passa aprendo mais sobre mim e valorizo-me mais. E por me valorizar vou lutar por ter aquilo que quero, neste corpo imperfeito, nesta mente que nunca pára de pensar, com esta vontade de crescer e, daqui a dois anos, voltar a olhar para trás e dizer ao mundo quanto orgulho tenho de mim.
Mas o que me faz sentir bem na minha pele? Um banho quente, uma camisola acabada de lavar, Belle and Sebastian a dar em loop e a certeza de que sou melhor do que alguma vez fui.

hospedar imagem  hospedar imagem hospedar imagem

130 comentários:

  1. Sabes que já lá vão uns anitos desde que comecei a ser tua stalker, vi muitas mudanças por parte da tua pessoa e nunca deixei de te admirar. Os posts que gosto mais aqui no blog, por acaso são aqueles que mostram o teu lado mais pessoal, não sei porque. Se calhar porque eles me dão força, e me lembram a Marisa que pega em mim num momento de stress, me leva a beber gin e tenta meter sanidade na minha cabeça.
    Quanto à Marisa de agora, continuo a acha-la linda de morrer e com um estilo fab, tal como achava a Marisa de à 2 anos e da Marisa de à 5 e tenho a certeza que vou achar a Marisa futura.
    Minha Marisa Del Rey ,
    um beijo do teu unicórnio <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És linda e rainha e nunca te esqueças disso <3
      Ansiosa por te ir roubar de casa a toda a hora quando voltar para o Porto.

      Eliminar
  2. Ah devia haver fotos do Iggy nest post, é uma falha, o Iggy deve sempre aparecer a espalhar o seu charme quando estás aí!

    ResponderEliminar
  3. Mas agora estás saudável e, na verdade, não é o mais importante? :)
    Força
    Xoxo,

    A Cerejinha ♥ Coletes do Outono

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Saudável não diria mas mas sã, sim, sem dúvida! :)

      Eliminar
  4. Todas a meninas passam por momentos em que o corpo delas não lhes satisfaz. Apesar de magra, não gosto de certos parte do meu corpo mas tento conviver com elas da melhor forma. A solução é aceitar como somos e tirar o melhor proveito disso
    Beijinho <3 foi um texto muito interessante de ler...

    http://lacosdecharme.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aceitarmo-nos é sem dúvida o passo principal :)

      Eliminar
  5. É difícil passar por remédios que são suposto melhorar o teu humor, mas acabam por fazer alterações no teu corpo que te metem ainda mais para baixo. Desde que pequena que tenho problemas com o meu corpo, mas nos últimos dois anos, aprendi a amar-me e a cuidar de mim, e reparei como é ok ser imperfeita, e que é nessa imperfeição que encontro a minha beleza. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a relação sobre os medicamentos. Um dos meus grandes problemas sempre foi a auto--estima e falta de confiança, o que me levou ao estado em que fiquei de depressão grave e distúrbio de personalidade. A medicação pode ter melhorado a doença mas acabou por piorar a auto-estima. É um bicho de sete cabeças :p Mas como dizes, é ok ser imperfeita e nisso há muita beleza.

      Eliminar
  6. Gostei de ler :) para mim, um banho quente, um triangle bra todo bonitinho e uma tshirt larga é remédio santo! Adorei este post.

    ResponderEliminar
  7. Hoje, pela segunda vez na minha vida, fui diagnosticada com uma depressão. Desta vez, fui eu que procurei ajuda. Não foi só por problemas de auto-estima e insegurança que procurei ajuda; mas mesmo nisso não é só insegurança com o meu corpo, é uma insegurança que se reflecte em tudo o que faço. Chega a ser demasiado cansativo. Compreendo tão bem o que descreves, até a parte de ficar de pijama a comer chocolates - às vezes dá-me para batatas fritas ou bolos, o que estiver mais à mão.
    Estes teus posts fazem-me sentir que há forma de sair disto, e o que me faz sentir bem na minha pele é: passear sozinha de fones pela baixa do Porto, beber minis no mirita com os meus melhores amigos, ver filmes e séries enrolada numa manta, estrear uma peça de roupa, e o orgulho de ter (finalmente) conseguido pedir ajuda quando precisava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Procurar ajuda é o passo mais complicado e fico muito feliz por saber que conseguiste fazer isso. Eu sei que se tivesse procurado ajuda mais cedo poderia ter evitado muitas coisas más que acabaram por acontecer. Este primeiro passo é enorme. Agora, por muito cliché que possa parecer, só precisas de te manter forte e firme, mesmo naqueles dias em que sentes que nada faz sentido e que ninguém sabe o que estás realmente a passar. Tenho pena de como a depressão consegue ser menosprezada quer pela sociedade quer pelos próprios profissionais de saúde, por isso aconselho-te a teres a certeza de que estás a ter a ajuda certa e não seres apenas entupida de medicamentos. Depois desse passo, só coisas boas acabarão por vir :) E se quiseres falar mais, estás à vontade para me mandar e-mail ou até, um dia, partilhar uma mini no mirita. Muita força e amor para ti!

      Eliminar
  8. Não conheço o teu blog há tempo suficiente para ter acompanhado essa mudança, mas, na verdade, pouco importa porque acho que estás óptima assim. Mesmo. Quando vi pela primeira vez fotografias tuas achei-te super bonita, de uma forma pouco 'tradicional', sabes? :)

    um beijinho,
    Sara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada ♥ São palavras muito bonitas de se ler porque na realidade nunca desejei ser bonita na forma tradicional, sempre preferi belezas estranhas :p

      Eliminar
  9. Sou leitora recente do teu blog (porque também só agora criei o meu e sou nova nestas andanças) por isso só agora fiquei a par da tua história. Deves orgulhar-te da pessoa que és hoje. Assim que te vi pensei "Ora aqui está uma miúda gira, diferente e cheia de estilo!" :D
    Beijinhos ❤
    myfashionodysseyblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada dia é um nosso passo para me orgulhar mais de mim e palavras como estas ajudam mais do que alguma vez estaria à espera. Muito obrigada Rita ♥

      Eliminar
  10. Adorei ler este teu texto. Sem dúvida que me identifiquei um pouco, tive durante muitos anos um corpo que não conseguia aceitar que seria meu e lutei muito contra isso.
    E acho que só começou a mudar no dia em que decidi olhar-me ao espelho e amar o que via.

    Eu cá acho que és uma rapariga super gira, fora do comum e é isso que me chama sempre a atenção (no bom sentido) em alguém! :)
    xoxo, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fazes muito bem em amar o que vês porque és lindíssima e saber essa parte de ti ainda me faz gostar mais do teu blog.
      Obrigada pelo carinho ♥

      Eliminar
  11. A maior beleza está no teu interior, e só por admitires tudo o que dizes aqui, és bela e pura!
    E muito sinceramente, és bela também por fora :)

    Beijinho grande
    happyinthesunblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Começar o comunicar o que sentia demorou mas quando o fiz um peso saiu de cima de mim. Hoje faço por ser o mais honesta possível sobre mim com as outras pessoas e fico feliz por achares que isso faz de mim bela e pura. Muito amor para ti ♥

      Eliminar
  12. Sabes também tenho problemas de auto estima e sei que a minha mente é a minha pior inimiga! Acredito pouco em mim e achoq que sou sempre pior. Concluindo, todas/os temos problemas e algo com que não estamos satisfeito. Procuramos uma perfeição que nunca vai existir! Mas lembra-te que se não gostares de ti quem gostará! Valoriza-te porque és liiiiiinda! bjs

    http://cocojeans.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente muitas de nós temos problemas de auto-estima, o que é triste porque sei que muito advém dos padrões de beleza estabelecidos pela sociedade. E deixar que isso que entre na nossa cabeça é a pior coisa que pode acontecer. Temos de ser fortes acima de tudo e também espero que vejas a beleza toda que tens em ti :) ♥

      Eliminar
  13. Na verdade todos os dias são uma luta, e acredito que um dia chegará o dia da vitória! Pois nem todo o sofrimento pode durar para sempre! A única coisa que tens de fazer, é acreditar em ti! Pois és tu que tens de te amar em primeiro lugar! Beijos

    Isabel,
    http://loverofthings27.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é isso mesmo que tenho tentado fazer, obrigada pelas palavras :)

      Eliminar
  14. Não passei por algo semelhante por isso tudo o que pudesse dizer ia soar a falso... Não conheço este blog há muito tempo, mas cativaste-me desde o início porque és uma miúda linda e cheia de pinta. Mesmo! Um beijinho*

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  15. Que bom foste uma lutadora
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Convido-te a participar Giveaway
    Novo Giveaway

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não fosse hoje não estaria aqui, infelizmente. Obrigada :)

      Eliminar
  16. Descobri o teu blog há pouco tempo por isso não posso dizer muito, mas por este post pareces-me uma pessoa muito lutadora e identifiquei-me tanto com isto:"Um banho quente, uma camisola acabada de lavar (...)a certeza de que sou melhor do que alguma vez fui." Faz-me sentir tão melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão do banho quente realmente serve como cura para tantos dos nossos problemas, não é? :p

      Eliminar
  17. As fotos estão tão giras! Gosto sempre de passar pelo teu blog, é super inspirador :)
    http://diaryofalittlebee.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. És tão linda! Eu sei que as vezes não nos aceitamos como somos, porque vemos o exterior "meio modelado", mas o bom disso é marcarmos a diferença. Abraça-te e ama-te, és linda em todos os sentudos!

    xoxo, Sofia Pinto
    Last Post ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aw, muito obrigada Sofia. E concordo contigo, marcar a diferença é muito importante.
      Amor para ti ♥

      Eliminar
  19. Olá Linda... Todas nós temos as nossas inseguranças... de todos os tipos... inseguranças essas que perseguem e que às vezes não não nos deixam ver a realidade... Por vezes, podes pensar que és uma fraca, mas outra pessoa pode olhar para ti como uma pessoa forte... No entanto, tu dentro de ti, sentes te pequenina, só...e achas que és isso... mas a pessoa de fora vê-te com montes de qualidades...É super bom partilhares o que sentes...muitas pessoa identificam-se contigo... Até eu... não pelos teus motivos... mas pelo sentimento... E sinceramente, eu sou de fora e digo-te que és muito bonita, já reparaste que tens uma maneira de estar nas fotos brutais... as fotos ficam maravilhosas... antes de ler o post, a primeira coisa que olhei foi para as fotos e adorei... tu és linda... E se houver pessoas que dizem o contrário, digo-te como verdade constatada... são pessoas que querem te afectar... e vão dizer isso porque sabem como deitar-te a baixo...não quer dizer que seja verdade o que dizem... mas essas pessoas também não são perfeitas e têm inseguranças... e muitas vezes e infelizmente têm que inferiorizar outras pessoas para se sentirem as maiores! Mas não são... Não te compares a ninguém... nem pelo peso, nem por nada... tu és única, e linda... Eu própria quero que gostes de ti! e que acredites que o que vês é distorcido! És linda... eu estou a ver por fora... beijinhos grandes

    Ana Negrão Makeup

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo o que disseste tocou-me no coração de forma especial, realmente é verdade que acabamos por olhar para nós de forma errada por prestarmos demasiada atenção ao que os outros pensam. Temos de ser lutadoras todos os dias e aceitar as nossas fraquezas como qualidades, não é verdade? Obrigada por tudo, mesmo ♥

      Eliminar
  20. E para veres que gosto de ti... e que és linda estou te a seguir e venho cá sempre visitar te <3

    ResponderEliminar
  21. O ideal é uma pessoa ser saudável e sentir-se bem na sua pele!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  22. R.Também gosto muito de gatos mas já disse que um dia que a Kiki e a Kim morram não quero mais animais nenhuns de estimação. Custa imenso perdê-los :/
    Boas fotos:)

    ResponderEliminar
  23. Bem, eu só estou agora a chegar.. ainda não me inteirei dos últimos dois anos. Mas se estás a caminhar para uma vida mais saudável, acho que vale tudo a pena :)
    E pelas fotos... és linda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muita coisas sobre os últimos dois anos foi apagada, infelizmente foram momentos muito negros e até me arrependo de me ter exposto naquele momento daquela forma para o mundo. Mas o que interessa é o hoje :) Pode não ser uma vida muito saudável mas sei que pelo menos é sã.
      Obrigada pelas palavras ♥

      Eliminar
  24. Adorei as fotos! Mais do que as fotos, do que gostei mesmo foi do que escreves-te.

    Beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  25. Mas que texto maravilhoso! Aprender a gostar de nós é realmente uma viagem! Há sempre alguma insegurança, algum dia menos bom que nos pode fazer duvidar mas o importante é sabermos que toda a gente tem o seu valor!

    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, cada um de nós temos o nosso valor, nenhum de nós é só mais um. E é preciso lutar por isso :)

      Eliminar
  26. Não é fácil partilhar este género de confissões com toda a gente, mas fico feliz por o teres feito e adorei ler este texto! É bom saber que a auto-valorização tem crescido a cada dia :)

    | INDIGO LIGHTS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, sem dúvida é bom olhar para trás e ver como se cresceu :)

      Eliminar
  27. Acredita em ti e adora-te pela pessoa que és, por dentro e por fora. Não deixes de sorrir ao espelho e de tentar ao máximo sentir-te bem contigo mesma.
    Este texto foi algo que me tocou porque engordei um pouco e agora não me sinto tão confiante a usar camisolas justas, mas não é por isso que deixo de as usar. Nos somos lindas da maneira que somos e as marcas que temos servem para contar a nossa história.

    Beijinhos,
    Catarina A.
    http://heartlover16.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderias estar mais correcta. Um dia espero ser assim como tu e voltar a pegar naquelas peças que amo e usá-las sem restrições só porque o meu corpo mudou. Somos lindas sim senhora :) ♥

      Eliminar
  28. Temos de aprender a sentir-nos bem com o nosso corpo. Dou-te um exemplo, tenho uma amiga que há uns anos pesava 96kg... ela era a pessoa mais confiante que eu conhecia e todas as pessoas iam-lhe pedir conselhos a ela. Hoje pesa muito menos, mas é para teres uma ideia. Temos de gostar de nós próprias e tu és linda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada ♥
      E tens razão, temos de gostar de nós como somos, a confiança que transmitimos é mais importante do que a nossa aparência.

      Eliminar
  29. Adorei este texto, acho que está super reflexivo e transmite perfeitamente como te sentes. Compreendo perfeitamente a tua luta, passei por algo semelhante, mas deixa-me dizer-te (apesar de saber o quão difícil é acreditar nestas coisas) que estás linda e que caras redondinhas são sempre as mais fofas!
    Continua forte!

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando falo da minha cara redondinha muita gente me diz isso mesmo, que são as mais fofas :p
      Muito obrigada pelas palavras, vou fazer por acreditar cada vez mais em mim ♥

      Eliminar
  30. Nice blog! Bonjour from France, *-* Sand. *-*
    .
    www.taimemode-fashionblog.com

    ResponderEliminar
  31. Gostei imenso do texto que escreveste e de certa forma revejo-me nele. Eu própria ainda luto um bocadinho todos os dias para gostar de mim, do que vejo no espelho, felizmente tenho comigo pessoas que ajudam a que esse processo seja mais leve e bem mais fácil :)

    Beijinhoos****
    Cantinho da Suu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que assim o é. Felizmente, como tu, também tenho pessoas que me ajudam neste processo, se não seria tudo tão mais difícil, não é verdade? :)

      Eliminar
  32. Pelas fotos o seu corpo parece estar ótimo, e acima de tudo é importante cuidar da saúde. Pesar 52 kg pode te deixar mais feliz, mas talvez não é te deixe saudável e a gente precisa querer o que é melhor pro nosso corpo acima da questão estética.
    Beijos
    http://infinitafeminice.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo verdade! A saúde é mais importante e não devíamos ligar tanto ao que esperam de nós esteticamente.

      Eliminar
  33. Consigo perceber-te até certo ponto. Nunca estive abaixo do peso, mas estou agora um pouco acima, mais ou menos com o mesmo que tu, e também demorei um pouco a habituar-me, embora não tenha deixado de usar nada que goste, mas há coisas que me incomodam, como as coxas a tocar uma na outra, como disseste, e às vezes a minha cara também me incomoda, mas resolvo isso com um corte de cabelo e ela parece logo muito mais fina.
    Mas deixa-me dizer-te que acho que estás muito bonita e que isso vai passar e vais gostar muito de ti e de te ver. (:

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente há truques que podemos sempre usar a nosso favor e essa do corte de cabelo é uma questão que tenho de resolver urgentemente :p
      Mas muito obrigada pelas palavras e por partilhares também uma parte de ti comigo, sei que um dia também vou conseguir ter toda a confiança de que preciso ♥

      Eliminar
  34. Opá, és tão linda Marisa, como podes não ser confiante? Além disso, do que vejo nas fotos os 20kg não te ficam nada mal! Quanto às marcas, sabes que tenho uma adoração por marcas? Todas elas conta uma historia interessante. Há dois meses caí e aleijei-me bem na perna e rezei par ficar com a marca (que vou) porque foi uma história estúpida e engraçada que não quero esquecer, às vezes contam a história de uma sobrevivência. Eu gosto de marcas e tu és tão, mas tão linda :')

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aw, muito muito amor para ti Maria, fizeste-me sorrir imenso com estas palavras ♥
      Cada vez mais aceito as marcas dos meus braços como parte de mim, como dizes, são histórias de sobrevivência.

      Eliminar
  35. Obrigada querida! :) Não desanimes e sempre cabeça erguida, tens uma cara mesmo linda e o corpo com certeza que também o é :)
    Kiss

    http://inspirationswithm.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  36. Te entendo completamente porque passei (e de vez em quando ainda passo) por uma situação parecida. Gostei muito da última parte do texto: "E por me valorizar vou lutar por ter aquilo que quero, neste corpo imperfeito, nesta mente que nunca pára de pensar, com esta vontade de crescer e, daqui a dois anos, voltar a olhar para trás e dizer ao mundo quanto orgulho tenho de mim."...é o que eu tento fazer também.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhar para o futuro e naquilo que podemos ser ao lutar é o mais importante. Demorei a compreender isso mas agora sei que é o que interessa :)

      Eliminar
  37. Durantes muitos anos também não gostava de mim, achava-me gordinha e comprava roupas com o tamanho acima para não se notar a minha barriguinha, mas a mim também me aconteceu ficar doente e eu passei para os 40kg e eu fui o contrário de ti.. eu não me gostava de ver tão magrinha sem roupa que me ficasse bem e, então desde então entrei numa luta para me manter saudável e ter o corpo que eu sempre quis ! O que importa é nós sentirmos-nos bem com nós próprias, somos todas lindas à nossa maneira ! Eu desejo-te muita força e quero dizer-te que és linda ! Beijinhos ♡

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito muito obrigada ♥
      A verdade é realmente essa, todos nós temos os nossos ideais e é por ele que devemos lutar, independentemente do nosso tamanho. Muita força para ti também :)

      Eliminar
  38. Espero não dizer nenhuma barbaridade pois não te conheço, mas porque não tentares ter um corpo com o qual te identifiques? Nem todos podem ser magros, mas acho que o facto de nos esforçarmos por nós já é algo capaz de nos fazer sentir melhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente tomo uma medicação (o seroquel) que não me permite emagrecer, muito pelo contrário. O máximo que posso fazer é ir tendo certos cuidados para não passar dos 70kg para os 90kg como muita gente que eu sei que também toma isto. Antes de tomar isto era fácil para mim emagrecer através de dieta e exercício físico. Agora é simplesmente impossível. Mas muito obrigada pela sugestão :)

      Eliminar
  39. O que aprendi ao longo destes meus 20 anos foi que vamos ser sempre imperfeitas aos nossos olhos e vão haver sempre pessoas mais giras do que nós, por isso mais vale começar a aceitar-nos como somos, claro se quisermos mudar algo, com força de vontade vamos lá, e a ver-nos de outra maneira: de que temos é sorte de ter um corpo e uma vida, e que se lixem os padrões da sociedade. Temos é de nos mentalizar que este é o único corpo que temos por isso mais vale adorá-lo. para além do mais quem é que quer ser perfeita, esquelética e falsa?

    haha foi só um desabafo ao teu post, gostei muito!

    beijinho,
    Moi—byInês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, ri-me com a última parte. Mas é verdade cada palavrinha que disseste. Este é o nosso corpo e é só este que temos, por tudo isso temos de saber tratar bem dele e amá-lo acima de tudo, mesmo com cada uma das suas falhas :)

      Eliminar
  40. TU ÉS LINDA!!!!! Eu adoroooo o teu cabelo, acho que tens uma cara super fofa e acho que deves ser mesmo boa pessoa!!! Força!!! O teu texto só demonstra que cada vez mais te aceitas como mulher! Gostei imenso das tuas palavras, da tua sinceridade e transparência.
    Lembras-te de um reclame que dizia: "se eu não gostar de mim, quem gostará?" <3
    Beijinho querida

    Blog Denise de Assis
    Facebook Page
    Pipopa GIVEAWAY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito muito muito obrigada por estas palavras Denise, tocaram o meu coração ♥
      São coisas como estas que me dão mais motivação para continuar e ser melhor. Obrigada mesmo :)

      Eliminar
  41. Amazing post dear!! Love the photos :)

    I'm following you on GFC :)

    mystylishcorner.blogspot.ba

    ResponderEliminar
  42. Tu és maravilhosa e pelo modo como falas do assunto és uma lutadora, só demonstra a tua força de vontade e coragem. Deves ter orgulho naquilo em que tornaste.
    Bjs
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Magda, faço por ter esse orgulho de que falas, todas nós devemos ter orgulho das nossas etapas vencidas :) ♥

      Eliminar
  43. Eu sei que custa muito sentirmo-nos bem connosco proprias, eu sou o exemplo vivo disso por isso compreendo te perfeitamente :) Mas só o facto de começares a aceitares-te como és é muito bom :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida muito bom, temos de olhar para o espelho antes de sair de casa todos os dias e dizer o quão lindas somos, não é verdade? :p ♥

      Eliminar
  44. És uma pessoa muito especial e linda inside out.
    Lots of love,
    http://labellepersonne.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  45. É tão bom ter-te de volta. E sabes o que sempre foi o que gostei mais no teu blog? As tuas publicações mais pessoais, tal como esta, são inspiradoras. Já sentia a tua falta por aqui, Marisa! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aw, muito obrigada Maria. Ler isto vindo de uma das pessoas que mais me inspira só me enche o coração :) ♥

      Eliminar
  46. Este texto foi lindo e mexeu comigo da mesma maneira que tenho a certeza que mexeu com muitas mulheres ao lerem o post. Acho que é a primeira vez que te vejo na vida, e já antes de ler fosse o que fosse pensei logo para comigo que és linda... opinião que obviamente se cimentou ainda mais depois de ler o que escreveste. Tens todos os motivos do mundo para te sentires orgulhosa de ti mesma! Stay strong :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico tão feliz por saber que há mulheres que leram este post e sentiram isso que partilhaste. É realmente importante para mim e agradeço-te do fundo do coração por tudo o que disseste, vou fazer de tudo para continuar e ser ainda mais forte ♥

      Eliminar
  47. Muito obrigado!!!! <3 Adorei o teu texto! Eu também levei tempo a aceitar o meu corpo, eu acho que nós mulheres estamos tãooo dependentes da "imagem" que nos é mostrada desde novas, das roupas pequenas normalmente para o tipo de corpo "perfeito" que levamos tanto tempo a aprender a gostar mesmo de nós. Mas gosto da tua força, continua assim! Orgulho em nós é a melhor coisa! :)

    http://photographybyvania.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente é verdade. Desde pequenas foi-nos incutido um padrão de beleza muito específico, o que nos levou a desvalorizar o nosso corpo caso não encaixasse nesses mesmos padrões. Mas é bom crescermos e começarmos a ganhar consciência de que as coisas não são bem assim e que devemos apreciar o que temos acima de tudo :)

      Eliminar
  48. Que texto inspirador! É verdade que levamos algum tempo a gostar de tudo o que temos a nível físico, e nós mulheres levamos isso para um nível muito a cima dos homens. Tal como tu, não adoro todo o meu corpo, mas tento aceitar-me tal como sou e a valorizar o que ele tem de melhor. É um longo caminho que temos para percorrer, mas um dia lá chegaremos <3

    beijinho, e muita força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um caminho que muitas vezes não é fácil mas que sabe tão bem quando damos mais um passinho para a frente ♥

      Eliminar
  49. Estou a seguir o teu blog pois fiquei rendida a este post! Não te conheço, este foi mesmo o primeiro post que li . Ando um pouco assustada com o meu peso e como o meu psicológico ultimamente, e receio o que possa vir a passar pois, por um lado parece que estou 100% consciente mas por outro acho que perdi toda a minha consciência.
    Obrigada por partilhares um pouco da tua história!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sei bem o que é isso de ter e não ter consciência simultaneamente do que se está a passar. Eu comecei a ter os primeiros sinais de problemas psicológicos há bastante tempo, infelizmente essa sensação de consciência do que se está a passar e achar que estava em controlo fez com que eu adiasse a procura de ajuda, fazendo-o apenas quando já estava no limite. Por isso, se precisares de ajuda ou de falar com alguém podes sempre mandar-me um e-mail e partilhar um pouco da tua história comigo, estou aqui para ajudar. Não sou nenhuma guru mas tenho pena de nunca ninguém se ter chegado à frente para me ajudar e ouvir quando comecei a sentir-me mal primeiramente.
      Muito amor e força para ti ♥

      Eliminar
  50. adorei o texto, está lindo. Acho que toda a gente passa por uma fase em que simplesmente odeia o corpo em que está enfiada e parece que tudo está a desmoronar à sua volta. Pelo menos eu já me senti assim. De vez em quando ainda me vêm aqueles pensamentos auto destrutivos à cabeça mas afasto os relembrando o quão miserável era na altura e o quão feliz sou agora
    Vai correr tudo bem, nao podemos dar tanta importância a isso e pensar que há coisas muito mais belas pelas quais vale a pena viver <3
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhar para trás e ver como éramos e como somos agora é sem dúvida uma arma muito forte que podemos usar a nosso favor. O que interessa é saber ver que há coisas muito bonitas na vida e é nelas que nos devemos focar :)

      Eliminar
  51. olha, a minha opinião não te deve importar, mas eu acho-te LINDA!

    ResponderEliminar
  52. Admiro-te a coragem de falares nisso, for real. Sigo-te desde o início e lembro-me de algumas cenas mais dark (e de algumas mensagens que trocamos no tumblr) e tenho noção que essa abertura também me ajudou em algumas coisas - por isso obrigada. E o que gosto mais é tu falares nisso aqui sem aquela lamechice ''please like me'', falares, é genuíno e relacionável e isso é bom.
    A cena da auto-estima é super lixada, acho que ganhei a lotaria por gostar de mim com a idade que tenho mas ainda tenho muito a aprender no que toca a lidar com outros nesse campo. Tens toda a razão no que dizes no final, isto é um processo. Eu podia vir pra aqui dizer que és linda e o carago mas, apesar de achar que és crazy cute, tens uma coragem do carago, de andar pra frente e isso, imo, vale imenso. You go gurl!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. True dat. Apesar de nunca termos falado pessoalmente, sabes mais sobre mim do que muita gente que está no meu circulo de amigos/conhecidos. Viste-me no meu real down down lá no tumblr e sempre fiquei feliz por receber mensagens tuas porque sempre vi a mulher forte e incrível que és e, ler estas palavras vindas de ti, significam o mundo para mim. És um role model para mim e por isso obrigada por tudo tudo tudo ♥ ♥

      Eliminar
    2. https://www.youtube.com/watch?v=-pVT_mvvZLo

      Eliminar
  53. Adorei este texto mais pessoal sobre ti! Também já passei por algumas coisas, talvez até parecidas, mas agora está tudo bem, e tu pareces bem! Espero que continues sempre a acreditar em ti e no teu potencial! <3

    http://imthefifthelement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  54. esse processo de amor próprio é uma luta diária né? mas aos poucos a gente vai se amando, amando cada pedacinho da gente, amando nossas evoluções :)

    ResponderEliminar
  55. Oh linda, tens mais é que gostar muito de ti...além disso tens uma cara linda linda, por isso sorri muito e sê feliz ;).
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  56. é difícil olharmos para nós e reconhecermos perante os outros que há coisas que não gostamos em nós e enumerá-las. tanto a parte física como a psicológica sofrem alterações ao longo do tempo, principalmente quando menos esperamos e é difícil aceitarmos que isso aconteça. gostei do teu testemunho, gostei de ler o que escreveste, por partilhares o que tantas mulheres sentem, mas que por vezes sentem receio ou vergonha de partilhar. força, luta todos os dias e reconhece a pessoa maravilhosa (que pelo que me apercebo por aqui) és :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter coragem de começar a partilhar estas partes mais frágeis de mim com o mundo fez com que fosse mais fácil para mim crescer. Admitir perante os outros que temos falhas nem sempre é fácil mas é importante. Ninguém devia ter medo nem vergonha de dizer o que sente, temos de ser mais fortes do que os olhares reprovadores dos outros, não é verdade? :)
      Muito obrigada pelas palavras ♥

      Eliminar
  57. Que post tão bonito. Sabes, às vezes pomos demasiada expectativa na nossa aparência. Pensamos q c determinado peso, determinada caracteristica, nos vamos sentir confiantes e logo aí felizes. Mas nem sempre é assim, quase nc o é. Eu tenho quase 34, quase maisd 10 anos que tu e posso-te dizer que já passei p isso tudo, q na minha vida adulta sp fui magra e q mm assim, as coisas que me deixam bem na minha pele são exactamente as mesmas q a ti. Só mudava a banda sonora (mas adoro os Belle and Sebastian!!!)
    É uma jornada, cada dia é um dia. E o peso e a pele podemos mudar, a essência já não. E a tua parece-me on point *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia espero chegar aos 34 anos e ser as flawless and amazing as you. A tua coragem em assumir mudanças e a luta por seres quem és é uma inspiração para mim. Uma jornada sem dúvida e isso de cada dia é um dia é aquilo que quero para mim. Muito obrigada ♥

      Eliminar
  58. Olha, eu também tive há uns anos menos 10 kgs à custa de muito esforço e desequilíbrio mental. Tinha o corpo certinho para as roupas que gostava, tudo me ficava bem, mas eu não, de todo. Com a obsessão de não engordar e a constante insatisfação comigo própria, comecei a sentir que se iam as características que me faziam brilhar. E ficava doida com a quantidade de raparigas magras com ar saudável que pareciam sê-lo naturalmente. Mas um dia apercebi-me "fogo, há 10 mil raparigas magras num raio de 100 metros, isto de ser magra não me faz de todo especial. Não vale o esforço, que perda de tempo, lol". E comecei a tratar de mim própria e tirar o melhor do que estava cá dentro. Não posso dizer que a recuperação tenha sido rápida, estável e alegre (*sigh*, minha imagem, minhas roupinhas). Mas, ai, se valeu a pena, agora tenho um peso saudável e estável, uma relação bastante aceitável com a comida e sobretudo, sinto-me dona de mim própria. Ainda tenho umas arestas para resolver na autoimagem, contudo, e acredito que tu também, apesar de a tua história ser talvez um pouco diferente da minha, por isso digo-te - coragem, e lembra-te, ninguém ficou teu amigo por seres magra. *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei imenso de ler tudo isto o que disseste. A verdade é mesmo essa, há mil raparigas iguais há minha volta, naturalmente magras e saudáveis. Eu gostava imenso de ser assim mas naturalmente magra nunca fui, por isso, preciso é de me aceitar como sou, com o meu corpo e, acima de tudo, tratar bem dele. Há no mundo mulheres com a minha estrutura corporal incrivelmente bonitas, brilhantes e saudáveis. O que interessa é mesmo estarmos no nosso melhor, seja ele qual for. Obrigada por partilhares a tua história :)

      Eliminar
  59. Compreendo bem quando falas em aceitar-te a ti mesma, eu sei o quanto isso é complicado e o quanto custa termos uma auto estima em baixo. Eu também já fui assim, talvez ainda hoje seja um bocado para dizer a verdade, assim sendo compreendo-te na perfeição e so te posso dizer que o processo de gostares de ti como és vai dorar, mas um dia chegas lá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um processo longo, sim, mas felizmente já o comecei a percorrer e essa é a parte mais importante. Como disse, espero daqui a dois anos olhar para trás e estar ainda mais orgulhosa de mim :)

      Eliminar
  60. Antes de mais deixa-me dizer-te que acho que és uma pessoa linda. Conheço o teu blog à pouco tempo, e do pouco que tenho lido já consegui concluir isso. Eu sei que pode parecer estranho dizer isso, mas sabes aquelas coisas que não se explicam? Pois este é um desses casos, em que eu senti logo isso.

    Realmente aceitarmo-nos como somos não é nada fácil, e infelizmente muitas das vezes aqueles que nos rodeiam ainda tornam o processo pior. Em 28 anos de vida já lutei muito para aumentar a minha auto-estima. Já passei por fases auto-destrutivas, de que não me orgulho mas que me fizeram crescer. Se é verdade que reconhecermos que estamos doentes é o primeiro passo para a nossa cura, não é menos verdade que por vezes também precisamos de alguém que esteja lá para nos estender a mão. Por vezes essa mão nunca é estendida, o que nos faz ir caindo até ao fundo do poço. A verdade é que quando saimos desse poço, saimos mais fortes. É claro que temos altos e baixos. Ainda esta semana comi 2 caixas de chocolates, tal era a ansiedade em que andava. Mas sabes o melhor? Não me importei se engordava ou não, pois sei que por vezes temos mesmo que ter estes momentos mais frágeis para nos aceitarmos como somos. Somos seres imperfeitos,mas bonitos. Temos qualidades e defeitos, e acima de tudo e o mais importante: estamos vivos, e temos à nossa volta algo que nos pode ajudar a melhorar o nosso dia (seja uma camisola,uma música ou uma planta). Os outros podem tirar-nos tudo, menos uma coisa: nós mesmos! Nós somos o bem mais valioso que podemos ter :)

    Beijinhos
    http://aperfeicaoeummito.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ler isto foi das coisas mais importantes para mim como blogger e como pessoa. A verdade é que não me poderia identificar mais com tudo o que disseste. A fase auto-destrutiva, o reconhecer da doença e a necessidade de ter alguém a estender-nos a mão mas isso não acontecer. Passei por tudo isso e deitou-me abaixo ao ponto de achar que nunca mais me ia levantar, nunca mais iria saber viver. Mas é como dizes, quando saímos desse poço, saímos mais fortes do que nunca, mais sábias. E é mesmo isso, temos direito a ter os nosso momentos de fragilidade! Somos mulheres, seres humanos e o que importa é saber que podemos contar connosco mesmas acima de tudo. Obrigada por partilhares isto, fez-me sorrir imenso :) <3

      Eliminar
  61. Todos nós temos as nossas inseguranças, e nem sempre nos sentimos bem com o nosso corpo ou com alguma coisa, mas não podemos nos deixar ir a baixo, sempre com um sorriso por mais que seja difícil, e tentar melhorar sempre :D.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é quando as inseguranças são tão grandes que nos fazem parar de funcionar normalmente, tendo pânico constante. É uma realidade que muita gente não vê, infelizmente. Mas sim, o que importa é tentar melhorar sempre :)

      Eliminar
  62. A mim aconteceu-me o contrário... sempre fui muito magra, era complexada com isso, não usava saias porque tinha as pernas tão magras que a saia ficava sempre a balançar e só usava calças largas para disfarçar a magreza. No entanto, com o passar dos anos, percebi que tinha que me aceitar assim, afinal era saudável e as pessoas não olhavam tanto para mim quanto eu imaginava. Percebi também que estar tão preocupada com a minha aparência física não deixava transparecer a minha personalidade, estava a impedir-me de relacionar com as pessoas de forma natural. A partir do momento em que me aceitei como era a minha auto-estima aumentou, fiz mais e bons amigos e senti-me verdadeiramente feliz! Como em tudo na vida, a essência é muito mais importante do que a aparência! Muita força, cabeça para cima e sorriso no rosto :)
    Beijinhos,
    Verónica

    http://dearlipstickblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Percebi também que estar tão preocupada com a minha aparência física não deixava transparecer a minha personalidade, estava a impedir-me de relacionar com as pessoas de forma natural." Esta frase que disseste é tão bonita e importante que devia estar na mente de todos. Fico feliz que te tenhas aceite como és, és uma pessoa linda :)

      Eliminar
  63. great post! thanks for sharing your honest thoughts

    lifeisashoe

    ResponderEliminar